As crianças que recebem toda a nutrição ou parte dela por sonda criam desafios especiais para terapeutas e para os pais. Algumas pessoas tendem a ver a sonda como inimiga do progresso – como algo que se deve eliminar.

As crianças, em geral, são encaminhadas para um terapeuta com a solicitação específica de remoção da sonda e instituição de alimentação oral o mais rápido possível.

Quando a transição para a alimentação oral não é rápida, todos acham que é um fracasso. Para muitas crianças a ênfase foi colocada no processo de alimentação em vez de no desenvolvimento de habilidades que possam apoiar a alimentação. Isso é pôr o carro na frente dos bois.

Revisemos as dúvidas, inconvenientes e problemas apresentados quando a criança tem problema grave de alimentação e precisa de sonda alimentar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.