O que é a hérnia inguinal?

As hérnias inguinais são as hérnias que surgem na região da virilha. Quando o feto do sexo masculino cresce e amadurece durante a gravidez, os testículos se desenvolvem no abdome e, em seguida, descem para o escroto através de uma área chamada de canal inguinal.

Pouco tempo depois que o bebê nasce, o canal inguinal se fecha, impedindo que os testículos se movam de volta para o abdome. Se essa região não se fechar completamente, uma alça de intestino pode mover-se para dentro do canal inguinal, através da área enfraquecida da parede abdominal inferior, causando uma hérnia.

Embora as meninas não tenham testículos, elas também têm o canal inguinal, de modo que podem desenvolver hérnias nessa região.

Qual é a incidência da hérnia inguinal ?

As hérnias inguinais ocorrem:

  • em cerca de um a três por cento das crianças.
  • com maior frequência em lactentes prematuros.
  • em meninos com muito mais frequência do que em meninas.
  • mais frequentemente na região da virilha direita do que na esquerda, mas podem ocorrer em ambos os lados.

Como as hérnias são diagnosticadas?

As hérnias podem ser diagnosticadas no exame físico. A criança é examinada para determinar se a hérnia é passível de redução (pode ser empurrada de volta para a cavidade abdominal) ou não. O médico da criança pode pedir radiografias ou ultrassom de abdome para examinar o intestino mais de perto, especialmente se a hérnia não for mais redutível.
Tratamento das hérnias

O tratamento específico será determinado pelo médico da criança, com base no seguinte:

  • idade da criança, saúde geral e história médica
  • tipo de hérnia
  • se a hérnia for redutível (pode ser empurrada de volta para a cavidade abdominal) ou não
  • tolerância da criança para medicamentos, procedimentos ou terapias específicas
  • opinião ou preferência dos pais

Tratamento da hérnia inguinal

É preciso realizar uma operação para tratar a hérnia inguinal. O reparo cirúrgico é logo depois do diagnóstico, uma vez que o intestino pode ficar preso no canal inguinal. Quando isso acontece, a irrigação sanguínea para o intestino pode ser interrompida, e o intestino pode ficar danificado. A cirurgia de hérnia inguinal normalmente é realizada antes da ocorrência desse dano.

Durante a operação da hérnia, a criança é anestesiada. Uma pequena incisão (corte) é feita na região da hérnia. A alça de intestino é colocada de volta na cavidade abdominal. Os músculos são então suturados (costurados). Às vezes, um pedaço de material de malha é utilizado para ajudar a fortalecer a região onde os músculos são reparados.

A operação de hérnia é um processo bastante simples. As crianças que têm hérnia inguinal reparada cirurgicamente muitas vezes podem ir para casa no mesmo dia da cirurgia.

Quais são as perspectivas de longo prazo para esse distúrbio?

Uma vez que a hérnia é fechada, espontaneamente ou por cirurgia, é pouco provável que reapareça. A chance de recorrência de hérnia pode ser maior se o intestino foi danificado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.