Se você já sabe que seu filho vai se submeter a uma cirurgia e a internação pode ser longa, prepare-se mental e espiritualmente.

As experiências que tivemos nas jornadas cirúrgicas de nosso filho mostraram algumas questões cruciais envolvidas no êxito do tratamento. Essas questões transcendem a fórmula clássica de somar hospital e recursos de medicina. Cuidado é um empreendimento humano e não material!

Aqui estão alguns aprendizados…

Você é o maior e mais importante cuidador do seu filho, a fonte primária de segurança, apoio e amor a criança.

Compartilhe os fatos, reuna a família e os amigos de forma saudável e respeitosa em torno da criança.

Colabore e seja acessível. Procure criar relações positivas com todos os envolvidos, desde o atendente do convênio ao faxineiro do hospital.

Pesquise, pergunte! Não é porque você não é um médico que não terá condições de entender e participar do que está acontecendo.

Não se surpreenda quando encontrar diferenças de opinião entre diferentes médicos ou colaboradores de saúde. Como dissemos, cuidado é um empreendimento humano. O importante é encontrar o consenso e a solução rápida para cada caso.

Exija que as pessoas envolvidas no tratamento tenham comprometimento. Comprometimento quer dizer respeito, compreensão, flexibilidade, agilidade, compaixão e sensibilidade. Certifique-se que estão todos empenhados em criar um ambiente de cura, fundamentado e solidário.

Você não é só um cuidador, você é um ser humano complexo com muitas necessidades e potencialidades. Viva e deixe viver…

E nunca deixe de acreditar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.